Por quê sou coach – A história da vaquinha no precipício.

December 13, 2017

Um jovem e um sábio caminhavam pelos confins do sertão quando avistaram uma casinha humilde aos pés de um precipício. Viviam lá um casal e suas duas filhas. Nas terras ao seu redor cultivavam uma pequena horta e tinham, no fundo do casebre, uma única vaca. Ao chegarem às instalações, os dois viajantes perguntaram aos moradores como eles sobreviviam sozinhos e tão sem recursos. O patriarca começou a contar que dependiam da vaquinha e de seus produtos. Que o animal se alimentava do pasto ao redor e que produzia leite para a subsistência da família. E com o que sobrava de seu consumo, produziam queijo que, vez ou outra, vendiam em troca de alimentos e outros produtos básicos numa vendinha da cidade mais próxima. E que assim, viviam bem e felizes. Durante aquela noite, o sábio acordou o jovem e disse: “Vamos embora. Mas antes, vá até lá fora e empurre a vaquinha no precipício!”. E, mesmo sem entender, o jovem cumpriu a ordens e, antes do dia raiar, eles já estavam longe.

Alguns anos depois, já sozinho em sua caminhada, aquele jovem passa novamente por aquela região onde havia aquela humilde residência de tempos atrás. Espantou-se por encontrar ali uma terra fértil e produtiva, um vasto rebanho, uma sede robusta e muito próspera. Perguntou, com ares de culpa, onde estava aquela família humilde que ali morava, pois queria se desculpar por ter jogado a vaquinha precipício abaixo. O morador disse: Somos nós! E se desculpar? Que nada... nós queríamos é agradecer você! Pois depois que acordamos e vimos nossa única fonte de sobrevivência se perder, tivemos que começar a arar a terra e plantar. Minhas filhas foram trabalhar na cidade e estudaram para conseguir algo melhor. Assim, fomos saindo daquela zona de conforto e progredindo, vivenciando novas experiências e construindo riqueza e muita prosperidade. Hoje estamos ricos e verdadeiramente satisfeitos por termos realizado maravilhas depois daquela tormenta.

Assim foi a minha história. Durante 25 anos trabalhando como professor de pré-vestibular, construí minha vida me alimentado e subsistindo ao passo desta minha “vaquinha”. Considerando-me estável e feliz e já me preparando para a aposentadoria que viria dentro de pouquíssimos anos. Eu, minha casa, minha esposa e minhas duas filhas. Eu trabalhava numa grande empresa há vários anos e me sentia seguro.

Até que minha vaquinha foi para o abismo: fui demitido por acharem que eu não tinha o perfil da instituição... HUMPF... Chorei, sofri, tive raiva e rancor! Estava numa zona de conforto extremamente desconfortável pois sabia (sem saber!) que tinha uma expertise represada. Mas não queria arriscar. Eu queria minha vida simples e humilde.

No desespero da falta de horizontes daquele momento, um amigo muito querido me disse “você tem todo o perfil de um coach!”. Dessa frase em diante tudo se mostrou novo, instigante, farto e próspero. Realizei todas as formações possíveis que poderia ter feito com os recursos que possuía. No IBC – Instituto Brasileiro de Coaching, eu encontrei muito mais que uma terra fértil para arar e plantar, eu encontrei amigos, combustível emocional e foco. Fiz o Coaching Profissional, Executivo e o Master. Eu me desenvolvi como pessoa e como agente de mudança na vida de outras pessoas e empresas, saboreando uma nova atmosfera de alegria e satisfação. O crescimento profissional, alinhado agora com um preciso planejamento, e a prosperidade, resposta de uma gana infinita de realizações, impõem que agora eu entenda que a melhor coisa que poderia ter acontecido com a minha vida foi ter visto a minha vaquinha lá no fundo do precipício.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como ter sucesso no vestibular sem surtar

October 21, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

June 24, 2019

May 15, 2019

May 8, 2019

April 24, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square

©2017 por Newton Camargo Jr.