Ser um coach de sucesso

September 26, 2018

Eu não era coach, não sabia o que era ser coach e não tinha ambições para isso.

Minha vida profissional foi formatada e forjada no ferro quente das salas de aula de pré-vestibulares do interior paulista, sendo muito verdade que no início até a metade de minha carreira eu tenha vivenciado muito a atmosfera de jovens do Ensino Médio, fato que me ajudou bastante na compreensão do que é verdadeiramente educação.

Ao longo de 25 anos experimentando de várias técnicas e culturas por onde tenha passado, percebi que minhas lembranças das aulas que dava estavam cada vez mais esparsas e difusas, pois eu não conseguia me conectar com o que acabara de realizar de tão automática que eram essas ações.

Eu não vivia aquele momento presente e, dentro de uma mesma aula, praticamente já estava me preparando para uma próxima. Mecanicamente.

Passei anos sem me especializar, sem me aprofundar e sem ler efusivamente. Não fazia cursos e nem questionava minha própria atitude inercial. Apenas deixava a vida me levar e, apesar de ter ganho uma certa notoriedade e respeito de colegas, instituições e alunos, hoje questiono que sucesso tive em um quarto de século como professor.

Mas bastou me dizerem que eu não era adequado depois de sete anos de trabalho para eu perceber que eu não estava desempenhando a totalidade de minha capacidade de realização!

Naquele dia, pensei duas coisas:

  1. Que tipo de profissional que eu sou que fica sete anos em uma empresa sem ninguém me perceber?

  2. Que tipo de profissional eu posso ser se eu desempenhar a plenitude de minha expertise?

Aí, exatamente aí eu concluí que a sala de aula não seria mais uma limitação para minhas asas e que eu me permitiria a alçar voos que nunca havia experimentado.

Não sei dizer ao certo se naquela situação eu encontrei a cultura coaching ou se foi a cultura coaching quem me encontrou. Se fosse um “Tinder Profissional” com certeza ocorreria um “Match”. Sei hoje que minha percepção do mundo mudou e que, ao invés de aplicar ferramentas de coaching em minha profissão de professor, estou caminhando no sentido diametralmente oposto, ou seja, aplicando minha expertise de sala de aula em minha atividade de Máster Coach.

E não quero e não vou admitir a mim mesmo, definitivamente, passar por uma situação onde me digam novamente (depois de ter me relacionado com essa pessoa) que eu não sou adequado, e perceber novamente que a minha presença não agregou nenhum valor.

Que me digam no início, no começo e no primeiro ato de nossa vivência juntos! Assim ficarei feliz de ter causado uma impressão nesse alguém e que, com isso, minha existência não tenha sido em vão, pois saiba que não é nada agradável perceber que ninguém percebeu sua presença.

Terá valido a pena não ter passado por desapercebido. Terá valido a pena por ter deixado uma marca, por ter feito chorar, por ter feito sorrir. Terá valido a pena por ter feito sucesso pois sucesso não se traduz em ganhos financeiros mais sim por ter causado um imenso impacto positivo nas pessoas que me rodeiam e que me seguem nas redes sociais.

Hoje eu assumo o coaching como minha missão e me permito ir até onde nunca havia imaginado, seja uma formação em são Paulo ou uma certificação internacional nos EUA, para que eu possa estar preparado para as surpresas do amanhã e ser um agente de transformação naqueles que se permitirem dar o passo.

E quando alguém, ao final de uma sessão minha de coaching ou quando terminar um treinamento pensar “poxa...esse momento com o Eduardo Dias poderia ter durado uns minutinhos a mais...” será o mais categórico de todas as minhas provas de que, ali, naquele instante eu passei a me tornar um coach de sucesso.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como ter sucesso no vestibular sem surtar

October 21, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

June 24, 2019

May 15, 2019

May 8, 2019

April 24, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square

©2017 por Newton Camargo Jr.