Enquadrar!

October 17, 2018

Se tem uma coisa que todo mundo tem é problema!

Ricos, pobres, negros, brancos, amarelos, pardos, homens, mulheres, gays, europeus, nordestinos, australianos, católicos e evangélicos. E também todos os outros grupos étnicos, culturais, raciais ou de qualquer outra opção que não tenha sido relacionado aqui.

Problema eu tenho, tu tens e ele tem. Nós temos, vós tendes e eles têm.

Outra coisa comum pra todo mundo é o fato de acreditarmos com todas as nossas forças que o nosso problema é muito maior que o de todo mundo e, quando nos encontramos com alguém que há muito não víamos, a segunda coisa que contamos é sobre nossos problemas e as nossas perdas, já que a primeira coisa que falamos é ‘como vai?’.

Mas se ter problemas é quase como ter ar para respirar, já devíamos termos nos adaptado com esse mal que nos assola desde que disseram ‘não coma dessa árvore’. Não faz muito sentido conviver com uma demanda tão desgastante e não fazer nada a respeito do caminho de soluções rápidas e de baixo gasto energético para que essa atmosfera não nos sufoque como sempre faz.

Acontece que estamos tão acostumados a conviver com problemas que, de certa forma, assumimos isso como algo normal e chegamos a dar de ombros para as soluções.

Habituamo-nos a enxergar o problema como um todo e, julgando-o grande e temível, não nos permitimos a enfrenta-lo por acreditarmos que seria alto demais o gasto de energia e de tempo.

Por isso, aprendemos a conviver com nossos problemas e a não os enfrentar.

E para parar de ficar acostumado, lembre-se de Mister Maker, uma série transmitida no Brasil entre agosto de 2008 e meados de 2015, destinado ao público infantil, que tinha como matriz pedagógica o foco de ensinar as crianças as diversas formas de arte.

O personagem desenvolvia técnicas simples parar criar peças e brinquedos, fazendo o uso de materiais comuns, como pedaços de pano, materiais recicláveis e caixas de ovos transformando-as em obras de arte com um fantástico resultado. No programa, Maker conduzia o processo de aprendizado mostrando o passo a passo da construção dos objetos, como se cada ação tivesse, numa sequência, um momento tão importante quanto a anterior ou a posterior.

Num dos quadros do programa, depois de apresentar uma de suas técnicas de desenho, o personagem, num estalar de dedos dizia “enquadrar!” e, como por mágica, o desenho aparecia numa moldura. Acontece que ele repetia mais duas vezes seu texto e o quadro novamente era enquadrado em outro, e novamente em outro, tornando o primeiro enquadramento apenas uma parte do quadro final.

No mundo real, acontece que suas dificuldades também podem ser reenquadradas se você tiver a intensão de investir numa técnica do PNL (Programação Neurolinguística) denominada Reframe.

Aqui, a abordagem baseia-se no desmembramento do problema como um todo em várias partes distintas, como se você, ao olhar para a situação dissesse “enquadrar!” dando um destaque restritivo aos limites da moldura. Repetindo esse processo de enquadrar várias vezes esse quadro, a situação pode chegar a um limite de se parecer mais com um único pixel de uma TV de LED do que um oceano visto de cima.

A ação de se dedicar a partes pequenas do problema, além do benefício do pequeno gasto energético, trará uma sensação de conquista ao perceber que o monstro se arruinará pouco a pouco enquanto vamos colecionando nossas vitórias ao longo do tempo.

Daí, sem perceber, acabamos por fazer desaparecer todo aquele emaranhado de coisas que nos tirava a paz e o equilíbrio sem grandes alardes e sem feitos grandiosos, pois tratando o problema de forma desmembrada, temos a sensação de que conseguiremos e isso faz toda a diferença.

Depois disso, quando reencontrar com seu velho amigo, depois de dizer ‘como vai?’, conte de suas conquistas, de suas manhãs de sol e de sua alegria em poder estar ali naquele momento.

Você nesse instante terá algo que será só seu: paz!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como ter sucesso no vestibular sem surtar

October 21, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

June 24, 2019

May 15, 2019

May 8, 2019

April 24, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Basic Square

©2017 por Newton Camargo Jr.